Eu sempre gostei da “abordagem Unix”: pequenas ferramentas que fazem apenas uma coisa bem feita mas que podem ser usadas em conjunto com outras para criarmos um ambiente poderoso.

Venho usando essa abordagem para quase tudo, incluindo o gerenciamento de projetos na Coderockr. Usamos algumas ideias de Scrum e Kanban incluindo sprints, pontos de complexidade, quadro de tarefas, burndown chart, reuniões diárias, etc. Atualmente usamos uma série de aplicativos diferentes para cada uma das fases:

  • Trello para gerenciar o quadro de tarefas e sprints. Usamos uma extensão do Firefox/Chrome chamada Scrum for Trello para contabilizar os pontos de complexidade:

  • Github para armazenar os códigos
  • Google Docs para criar o burndown chart:

Tudo funciona bem mas percebi que alguns membros da equipe estavam criando issues do Github para cada tarefa criada no Trello porque assim eles conseguem vincular facilmente os commits de código com a tarefa, o que faz muito sentido. Observando isso cheguei a hipótese que o Trello não é necessário para gerenciarmos os nossos projetos de software e que podemos usar apenas o Github para este fim. Continuamos usando o Trello para gerenciarmos outros projetos que não são especificamente de software, como marketing ou mesmo as tarefas diárias da empresa (compras, idas ao banco, etc).

Para isso criei a seguinte lógica:

  • cada sprint do projeto torna-se um milestone no Github;
  • cada tarefa do backlog torna-se uma issue no Github;
  • cada ponto de complexidade (usando a escala de fibonacci) torna-se um label que é aplicado a cada issue;

O primeiro passo foi criar as labels equivalentes aos pontos de complexidade:

Podemos manter as outras labels e usá-las junto com estas novas.

Agora é preciso criar os milestones que irão representar os sprints do projeto:

Cada milestone pode ter uma data de vencimento, o que condiz bastante com o comportamento dos sprints, que geralmente são períodos de uma ou duas semanas. Nesta tela também é possível visualizarmos o andamento de cada sprint, pois o Github nos mostra o percentual de trabalho já realizado (issues fechadas).

Podemos agora criar as nossas issues, anexar as devidas labels representando os pontos de complexidade e alocá-las para cada sprint.

Uma característica interessante do Trello é a facilidade de acompanharmos o andamento das tarefas de uma forma bem visual, mostrando-as em um quadro com divisões para cada fase. Podemos suprir essa característica usando o ZenHub. Trata-se de um complemento para o Chrome (com uma versão para Firefox já prometida) que adiciona mais funcionalidades ao Github, entre elas um quadro bem parecido com o fornecido pelo Trello.

Após instalar o complemento, acessar a página do repositório pela primeira vez e clicar na opção “Board” o ZenHub mostra uma tela sugerindo uma organização de quadros, ou permitindo que você crie a sua própria:

Eu criei a seguinte organização para nossos projetos:

Com isso podemos facilmente mover as issues entre as fases e acompanhar o andamento do projeto.

Outra vantagem em usarmos o Github para gerenciar os projetos é que podemos usar a sua API para criarmos relatórios, inclusive um burndown chart. Criei um pequeno script para testes, usando a php-github-api:

<?php
require_once 'vendor/autoload.php';

if ($argc < 2) {
    echo "Usage: php index.php ProjectName\n";
    exit;
}
$projectName = $argv[1];

$client = new \Github\Client(
    new \Github\HttpClient\CachedHttpClient(array('cache_dir' => '/tmp/github-api-cache'))
);

$client->authenticate('username', 'password', \Github\Client::AUTH_HTTP_PASSWORD);

//get sprints
$sprints = array();
$milestones = $client->api('issue')->milestones()->all('coderockr', $projectName, array('direction' => 'asc'));
foreach ($milestones as $m) {
    $sprints[$m['id']] = array(
        'name' => $m['title'],
        'open_issues' => $m['open_issues'],
        'closed_issues' => $m['closed_issues'],
        'state' => $m['state'],
        'due_on' => $m['due_on'],
        'open_points' => 0,
        'closed_points' => 0,
    );
}
//get issues
$issues = array_merge(
    $client->api('issue')->all('coderockr', $projectName, array('state' => 'open')),
    $client->api('issue')->all('coderockr', $projectName, array('state' => 'closed'))
);
//update sprint points
foreach ($issues as $i) {
    $milestone = $i['milestone'];
    switch ($i['state']) {
        case 'open':
            $open_points = $sprints[$milestone['id']]['open_points'];
            foreach ($i['labels'] as $l) {
                $open_points += (float) $l['name'];
            }
            $sprints[$milestone['id']]['open_points'] = $open_points;
            break;
        case 'closed':
            $closed_points = $sprints[$milestone['id']]['closed_points'];
            foreach ($i['labels'] as $l) {
                $closed_points += (float) $l['name'];
            }
            $sprints[$milestone['id']]['closed_points'] = $closed_points;
            break;
    }

}
//show sprint's details
$total_open_points = 0;
$total_closed_points = 0;
foreach ($sprints as $s) {
    $sprint_points = $s['open_points'] + $s['closed_points'];
    $sprint_issues = $s['open_issues'] + $s['closed_issues'];
    echo "{$s['name']} due on {$s['due_on']} has {$s['closed_issues']} closed of {$sprint_issues} issues and {$s['closed_points']} closed of {$sprint_points} points\n";
    $total_open_points += $s['open_points'];
    $total_closed_points += $s['closed_points'];
}
//show project's details
$project_points = $total_open_points + $total_closed_points;
echo "Project have {$total_closed_points} closed of {$project_points} points \n";

Executando na linha de comando:

eminetto@MacBook-Pro-de-Elton ~/Documents/Projects/GitHubPM: php index.php ProjectTemplate
Sprint 1 due on 2014-01-09T08:00:00Z has 1 closed of 3 issues and 2 closed of 28 points
Sprint 2 due on 2014-01-16T08:00:00Z has 1 closed of 2 issues and 3 closed of 11 points
Sprint 3 due on 2014-01-23T08:00:00Z has 0 closed of 2 issues and 0 closed of 3.5 points
Sprint 4 due on 2014-01-30T08:00:00Z has 0 closed of 1 issues and 0 closed of 3 points
Project have 5 closed of 45.5 points
eminetto@MacBook-Pro-de-Elton ~/Documents/Projects/GitHubPM:

É somente um exemplo mas brincando um pouco com a API do Github é possível fazermos controles bem avançados, gráficos, aplicativos móveis, etc.

Ainda vamos testar essa abordagem em alguns projetos e algumas coisas podem mudar, assim como o ZenHub e o próprio Github podem criar novas funcionalidades num futuro próximo, então esse post deve receber atualizações. Se você tiver sugestões ou experiências parecidas por favor compartilhe nos comentários.