6:00 da manhã do dia 04/03/2008 eu estou em frente a casa de meus primos para iniciarmos nossa jornada de 500 KM até Curitiba para realizar um sonho de adolescentes: ver o Iron Maiden ao vivo!

Chegando no hotel - depois de fazer jus ao clichê de “colonos na cidade grande” e passarmos meia hora perdidos pela cidade - já encontramos uma galera devidamente uniformizada de camisetas pretas e prontos para ir ao show. Um lanche depois e pegamos um taxi até o local. Pelas ruas da cidade era possível encontrar vários fãs e ao passarmos era impossível conter o grito “Maiden!!!!”.

Enfrentamos corajosamente a monstruosa fila - ajudados por algumas cervejas - e lá pelas 18:00 entramos na famosa pedreira Paulo Leminsky. O lugar é muito bonito e por ser um “buraco no chão” - como o Bruce comentou durante o show - é o clima perfeito para um evento de metal.

A galera presente era o que esperávamos. Cabeludos, tatuados e de cabelos longos. Mas encontramos também adolescentes, velhos, hippies, algumas poucas meninas bonitas e até um emo - que estava na área VIP e teve que aguentar um coro de uns 5mil roqueiros humilhando-o.

As 20:00 começou o show de abertura, da Lauren Harris, filha do guitarrista do Iron. A menina é bonita, canta legal, a banda é ótima mas a ansiedade para ver os velhões acabou ofuscando a apresentação.

As 21:00 iniciou o que estávamos esperando. Ao redor era possível ouvir alguns comentários “não acredito que estou aqui”, “olha os caras alí”, “caraca!”- acredito que algum desses comentários deve ter sido meu mas não me lembro porque estava muito empolgado. Era quase impossível ficar de pé no meio da maré de pessoas se empurrando, berrando e pulando. Mas ninguém reclamava! Todos muito felizes

A banda é incrível. O pique dos caras, a forma como tocam com paixão, os solos de guitarra, o baixo do Harris, o Nico debulhando na bateria. Isso sem falar no Bruce. Ele é um dos melhores frontman que já vi. Toma conta do palco, se fantasia, sobre na estrutura do palco, empolga a plateia. E ainda pilota o avião da banda!

Os pontos altos do show foram Fear of the Dark, cantado a 20mil vozes e a presença do Eddie. Ele é muito grande e vê-lo andando pelo palco é fantástico.

Enfim, foram 15 anos de espera para ver a banda mas valeu a espera. E no próximo ano eles estão de volta com um show maior - promessa da própria banda durante o show. Nem preciso dizer que vou estar lá de novo!

Set List (na ordem do show)

Aces High

2 Minutes to Midnight

Revelations

The Trooper

Wasted Years

Number of the Beast

Can I Play with Madness ?

Rime of the Ancient Mariner

Poweslave

Heaven can Wait

Run to the Hills

Fear of the Dark

Iron Maiden

Bis:

Moonchild

Clairvoyant

Hallowed be Thy Name